featuredImage

Seja você um churrasqueiro experiente ou um iniciante no assado: o Mestre Churrasqueiro da Tramontina tem 3 conselhos que vão garantir o sucesso do seu churrasco e facilitar a prática.

1 – Tempero: sal grosso e nada mais. O sal fino é mais “enganador”, pois um pouco a mais ou a menos coloca tudo a perder, e pode deixar a carne seca e dura. O sal grosso é mais fácil de manusear e é super prático até para os menos experientes. Você deve espalhar o sal sobre a carne e esperar ela transpirar – nesse ponto já está pronta para ir ao fogo. Depois de assada, é só bater para tirar o excesso de sal.

2 – Fogo sem mistério: os mais experientes já dominam a técnica, mas para os iniciantes esse é um ponto-chave. Pegue uma garrafa de vidro e enrole alguns pedaços de jornal na garrafa, coloque no centro da churrasqueira. Agora é só despejar o carvão ao redor, tirar a garrafa e acender o fogo. Feito isso, antes de colocar a carne, é preciso esperar o carvão pegar fogo. Faça o teste: coloque a mão sobre o fogo e, se você agüentar 5 segundos, é hora de colocar os espetos.

3 – Quantidade: no churrasco, a lei da abundância prevalece. O cálculo da quantidade deve ser diferente para carnes com e sem osso. Para carnes sem osso, 500 gramas por pessoa; com osso, 700 gramas. Para 10 pessoas, por exemplo, você pode comprar 5 quilos de carnes, divididos entre diferentes tipos: 1 kg de lingüiça toscana, 0,5kg de maminha, 0,5kg de lombo de porco e 3kg de picanha. Lembre também de garantir as entradas (como pão de alho, linguicinha, coração de frango...), que ajudam a acalmar a fome antes de servir a carne.

Os conselhos você já tem, agora precisa dos “apetrechos” ideais para o seu churrasco – a linha Tramontina Churrasco tem tudo o que você precisa para o churrasco perfeito.